Dose diária de inveja [12/06/08]

40
823

O Renan lembrou ontem de um dos maiores absurdos do mercado de DVDs no Brasil (que tá cheio dessas mancadas, o que ao menos, facilitará a postagem das doses diárias ).

Hoje, temos o DVD do Exterminador do Futuro 3.

Lá (EUA), edição dupla, com muito material extra:

T3_R1_1

 

Aqui, edição simples só para locação (com DTS) mas SEM os mesmos extras!

BLOCK_T3

T3_R4_2
(ou se deu sorte conseguiu em algum sebo ou desmanche de locadora)

Fontes de dentro da própria Sony indicam que esse DVD não foi lançado para venda direta por uma disputa interna entre a Columbia (Sony) e as locadoras na época do seu lançamento (janeiro de 2004). O motivo? Esse foi um dos primeiros títulos lançados na categorai RENTAL (o Fabrício chama isso de câncer dos DVDs no Brasil aqui). O preço para as locadoras era mais de R$100 por um disco simples, pelado (sem extras), em uma época que a Columbia vendia seus títulos por R$37,90 (duplos ou simples). Muitas locadoras (pelo jeito milhares) BOICOTARAM O DVD, aguardando o lançamento para venda direta (que se esperava no máximo em três meses). Daí, para forçar a venda para as locadoras, a Sony NÃO VENDEU O DVD com “preço de varejo”, numa birrinha ao melhor estilo criança mimada

E daí vocês sabem quem saiu perdendo né? O colecionador, mais uma vez.

O “babado” não termina aí. A mesma fonte afirmou que a Columbia ODEIA o mercado de venda direta (chamado sellthru), pois lucra mesmo é com a venda para locadoras. Um dos caciques da Sony é um dos pioneiros no comércio de DVDs rental (em VHS a antiga LK-Tel). Ao contrário da Warner, que ganhou caminhões de dinheiro com a popularização do DVD (pois ganha também com o uso da marca pelas outras produtoras), a Sony até hoje possui uma política de preços altos e que praticamente não se altera durante um longo período que o DVD é vendido no mercado.

Mas isso tudo não passa de “rumores”, viu?