CARAY! Blu-rays da Imagem Filmes são “de banca”

18
635

Parece brincadeira, mas não é! Os Blu-rays lançados pela Imagem Filmes, e que eu anunciei em 13 de outubro aqui no blog, inauguram a mais nova categoria do formato no Brasil: Blu-ray “de banca” (alusão aos DVDs porcos vendidos como “revistas” em banca de jornal). Observem a qualidade dos azuizinhos da Imagem:

  • Sem extras
  • Imagem mutilada para o “full de wide”
  • Áudio em português 2.0 (na maioria deles)
  • Estojo molengo Amaray Dubois (sim, isso mesmo)
  • Sem encarte
  • Sem impressão no verso da capa

E tudo isso é mais um produto da Arvato/Sonopress (a mesma que replica para a Disney). Talvez a Imagem esteja pensando em popularizar os BDs abastecendo as locadoras (fato essencial para alavancar o formato no país) com títulos mais baratos. Porém, tenho certeza que seria possível fazer Blu-rays melhores e vender pelos mesmos R$60.

Um exemplo de como ficou “Crash: no limite” (o vencedor do Oscar de 2005) na simulação abaixo. O frame sem tarjas é do filme original, e com as tarjas laterais como foi lançado pela “Imagem Mutilada Filmes”:

Mutilado_crash

Abaixo imagens de dois títulos:

CRASH_FORA

CRASH_DENTRO

PONTE_FORA

PONTE_DENTRO

(nesse caso de “Ponte para Terabítia” o formato de tela do BD está correto, pois o filme foi lançado em 1.85:1 nos cinemas)

🙁

[ad#amzusa550]