Vídeo-resenha: Saving Private Ryan [Blu-ray/EUA]

69
1833

Uma das frases mais marcantes do filme!

Eu sobrevivi ao fatiamento! 😀

E o Blu-ray mais aguardado por minha pessoa desde o surgimento do formato já está na sede do BJC. E O Resgate do Soldado Ryan em BD é lindão! Confiram no vídeo abaixo, feito ao vivo hoje pela manhã (portanto está meirruim, sem edição) e agora disponível no You Tube.

  • SOBRE A EDIÇÃO

Filme com trilha 5.1 DTS-HD Master áudio em inglês, áudio em portugês Dolby 5.1 (o primeiro BD da Paramount – e não Dreamworks – assim), legendas no filme e nos extras.

Por falar em extras, todo o material está em SD (cuén), menos os trailers do filme que estão em HD.

A imagem respeitou a granulação original do filme, o que é ótimo. Detalhes das explosões e dos escombros da cidadezinha francesa (cenário estupendo criado para o filme) são de cair o queixo. Como já estou ficando acostumado de tanto acontecer, mais uma vez consegui ver coisas em Blu-ray que nem no cinema tinha percebido nas três ou quatro oportunidades em 1998. Conseguir ver os rostos dos soldados sobre a sombra dos capacetes também é algo que me chamou a atenção, e é algo que você pode ver agora em alta definição (e na comparação ao final deste artigo).

E o áudio? Bem meus amigos, o áudio é algo sublime. Quando vi a primeira vez esse filme em DVD, com sua magistral trilha DTS, achava que nada mais seria tão perfeito. Engano meu. O som das ondas do oceano no início, a mixagem da artilharia no desembarque, o quase silêncio do fundo do mar e a música de Piaf da eletrola ficaram ainda mais reais e emocionantes neste Blu-ray.

  • SOBRE A SAGA DA COMPRA

Comprei este BD na pré-venda no final do mês passado, na maior loucura que eu já cometi em compras internacionais até hoje. Escolhi o frete mais rápido e mais caro, o que na Amazon.com significa que além do meu rim ficar em pedacinhos, ele foi transformado em patê ao pagar diretamente o imposto brasileiro para a Amazon (que repassa para a Alfândega brazuca ou coisa semelhante).

Como essa foi uma das perguntas que eu mais vezes respondi no Twitter na história desse país, coloco abaixo o valor total da compra na imagem direto da Amazão:


Observem o valor da contribuição cobrada diretamente no carrinho. Tia Yeda e Tio Luis Inácio ficaram muito felizes! 🙁

A encomenda saiu na segunda-feira passada (dia 3) e chegou aqui na sexta (dia 7) via DHL. É realmente um conforto enorme poder ver tudo o que está acontecendo e saber quando vai receber. Tudo seria muito lindo e maravilhoso, não fosse pela ausência de um órgão do meu corpo neste momento.

Para ver toda a movimentação da encomenda, clique aqui.

O interessante é que no dia do lançamento o Blu-ray caiu 3 dólares. Prontamente a Amazon (sem que eu precisasse solicitar) devolveu a quantia na minha conta, de forma direta e primeiromundista.

  • SOBRE O CANCELAMENTO DAS VENDAS

Esta é uma polêmica que se abateu na tarde do dia de ontem, e que tento explicar agora. A Amazon.com cancelou as vendas deste Blu-ray (que por isso acaba de se tornar um artigo de rara raridade), alegando problemas de sincronia de áudio. Em alguns fóruns especializados, existem informações desencontradas sobre o problema. Alguns falam em atraso de 1/5 de segundo no 15º capítulo, que o problema é no master e não na replicação. Outros afirmam que já olharam o Blu-ray em mais de um aparelho, mas não conseguiram notar nenhum tipo de problema (o que também é o meu caso). Já deu até arranca rabo entre os gringos.

A Paramount ainda não se pronunciou oficialmente sobre o caso (o que é BEM estranho), mas o certo é que ele foi recolhido nos EUA , mas em breve teremos a volta das vendas deste maravilhoso título, obrigatório na coleção de quem gosta do gênero/diretor/atores (ou todos eles)!