DVD/BD Resenha – Green Day: Bullet in a Bible

37
657

[ad#uol-lp]

http://www.youtube.com/watch?v=mbZwVPe_uKo
Uma música do show em 1080p para dar um gostinho!

Sou fã do Green Day há muitos anos, desde que vi o clipe de Basket Case nos meados dos anos 90.
Eles nunca tiveram um registro ao vivo oficial até o lançamento do show Bullet In a Bible, aqui em questão.
Comprei logo que saiu, a apresentação é um Digipak CD & DVD maravilhoso. A arte impressa é incrível, com muito vermelho vivo e a impressão nos discos também saltou aos olhos.
Quando comprei, só existia a versão importada, então não sei dizer se a nossa tropicalização estragou alguma coisa no processo.
Na minha última ida a Europa encontrei na Fnac de Lisboa esse mesmo show em Blu-ray. Tinha acabado de sair e eu nem sabia de seu lançamento (para minha surpresa). Como o DVD já era impecável, o Blu-ray não podia deixar barato!

Segue abaixo as minhas impressões de ambas as mídias:


Digipak CD & DVD ao lado da versão Blu-ray


DVD Digipak por dentro com CD


DVD Digipak por fora



Blu-ray por fora


Blu-ray por dentro

Sobre a imagem:

O show foi gravado na Inglaterra , no espaço Milton Keynes, em junho de 2005, para uma platéia de 65 mil pessoas aproximadamente.
A imagem é especialmente bem definida, gravada em HD e com toques artísticos, alguns efeitos de câmera e muito preto e branco, Quase metade das cenas são em PB. Isso geralmente distrai e afasta a sensação de ao vivo, mas nesse caso não. É muito bem feito e de bom gosto.
O vermelho é impressionante nas imagens, os contrastes, tudo.
Eu adoro imagens em preto e branco e vê-las em alta definição foi uma boa surpresa, fica incrível!
O vídeo do DVD é muito fiel e o Blu-ray não se destaca tanto em comparação, de tão bem transferido que foi no DVD.
O Blu-ray só pegou o que era bom e deixou melhor.
A imagem é Widescreen em 1,78:1 e está impecável qualquer formato vai deixar você boquiaberto.
O palco é grande, a platéia imensa . É um excelente registro ao vivo da banda e eles mandam muito bem nesse show. É um dos meus favoritos.
Uma coisa que não gosto particularmente e tem nesse show  é o “insert” de imagens de documentário ou making of entre as músicas, ou às vezes até no fim da música. Isso pra mim estraga um pouco a sensação de show ao vivo (e pra isso existem os extras). Ponto negativo nesse quesito.

Sobre o áudio:

O áudio do DVD, quando ouvi pela primeira vez, me surpreendeu muito. É uma banda de rock, num show imenso e com muita gente. É uma receita difícil de fazer sucesso com boas gravações de áudio, mas não é o caso aqui.
A banda está muito bem equilibrada e podemos ouvir cada um dos instrumentos e nuances com clareza, mesmo nas músicas mais nervosas, o grave e timbre do baixo é incrível.
O som da bateria, que sempre digo ser o pilar de uma gravação, está espetacular, Tudo soa bem, com presença e potência, tudo no seu lugar.
É surpreendente ver esse show sabendo que nada é refeito em estúdio e conseguir entender como conseguiram captar tão bem uma “bagunça” que é uma apresentação desse porte.

O DVD tem as opções de Dolby Digital 5.1 e Estéreo PCM.

No Blu-ray as opções de DTS Master Audio 5.1 48 Khz 24 Bits, Dolby Digital 5.1 e PCM 24 Bits Estéreo.

O Blu-ray tem as mesmas vantagens que citei sobre o vídeo do show em DVD . Ele pega o que já era bom e melhora, então temos mais definição, clareza e mais “presença”, sentimos mais ainda que estamos no show, devido a grande amostragem que o Blu-ray permite.
Os graves bem cuidados, da bateria e do baixo são um destaque nesse show, em ambos os formatos, pra quem gosta.
O áudio do CD está impecável. Mas perdemos um pouco da ambiência, então não sentimos o mesmo impacto com a imagem de 65 mil fãs como no DVD e BD.

Muito recomendado para fãs da banda. E quem gosta de rock em geral, um registro muito bem captado.

Sobre os extras:

Os extras do show são os mini flashes de documentários e making of’s entre as musicas, falam sobre a turnê e vida de cada um dos membros da banda.
O show tem 115 Minutos e as músicas são:

1. “American Idiot” – 4:32
2. “Jesus of Suburbia” – 9:23
* I. “Jesus of Suburbia”
* II. “City of the Damned”
* III. “I Don’t Care”
* IV. “Dearly Beloved”
* V. “Tales of Another Broken Home”
3. “Holiday” – 4:12
4. “Are We the Waiting” – 2:49
5. “St. Jimmy” – 2:55
6. “Longview” – 4:44
7. “Hitchin’ a Ride” – 4:03
8. “Brain Stew” – 3:02
9. “Basket Case” – 2:58
10. “King for a Day/Shout” – 8:47
11. “Wake Me Up When September Ends” – 5:03
12. “Minority” – 4:19
13. “Boulevard of Broken Dreams” – 4:44
14. “Good Riddance (Time of Your Life)” – 3:24

Links das edições nas Amazons. Faça a sua escolha!

[ad#ps3-jog]