Obrigado, Steve!

28
92

Peço licença neste momento para postar um artigo de cunho (quase) pessoal, lembrando dos velhos tempos do meu bloguezito no Blogger (que criei lá em 1999).

Gostaria de fazer uma homenagem ao meu guru profissional, Steve Jobs, que partiu para o iCloud na última quarta, dia 5 de outubro de 2011.

Muito já se escreveu sobre ele nestes dias. Até pensei que não valeria mais a pena falar sobre o assunto aqui. Mas caminhando pelas ruas hoje e refletindo sobre o assunto, resolvi publicar meus pensamentos de qualquer forma, indo além do que escrevi no Facebook (em lágrimas) no dia de sua morte (e que reproduzo aqui no final deste post).

Steve Jobs criou a Apple em 1976 juntamente com outro Steve, o Wozniak, numa casa (e não só na garagem) localizada num bairro de classe média em Cupertino. Poderia contar mais histórias, que fiquei sabendo ao ler alguns livros sobre a empresa da Maçã e seus criadores, ou que ouvi quando fui Secretário Geral do mais antigo clube de usuários de Apple do Mundo, o Brasil Apple Clube, no início dos anos 2000. Neste momento voce deve estar se perguntando que diabos isso tem a ver com coleção ou o tema deste websítio, então eu digo que tem MUITO de Steve Jobs no BJC também.

Primeiro que eu coleciono itens relacionados ao “tema” Apple. Desde adesivos, camisetas e até computadores (são poucos, infelizmente). Segundo é um motivo mais diretamente relacionado, que vou amplliar daqui a partir do próximo parágrafo.

Steve Jobs, como quase todos devem saber, foi o criador da Pixar e nos últimos tempos o maior acionista da Disney. E foi com isso que acabei percebendo que se não fosse ele, este site não existiria.

Não existiria pois comecei nessa vida de colecionador de DVDs a partir de um box da Pixar que comprei lá em 2005, para dar de presente pro meu filho que fazia 1 aninho de idade (calma, este não foi o único presente). Comprei este box pois me apaixonei pela qualidade dos DVDs da Pixar, quando aluguei do primeiro DVD que vi no meu (então) novo Home Theater: Os Incríveis.


Onde tudo começou

Como era incrível o som, como era incrível a imagem e como era incrível, empolgante e emocionante toda a história, sem falar nos extras do disco 2 que explodiram a minha cabeça com tamanha criatividade. Foram os primeiros extras que assiti (e era DVD de locadora, por incrivel que pareça).

Este foi o último DVD que loquei. De lá pra cá minha coleção se multiplicou absurdamente e, como vocês sabem, a paixão pelo colecionismo faz com que eu ficasse quase 18h por dia em fóruns e comunidades da internet para depois de algum tempo resolver publicar aquele mesmo conteúdo em um blog, que hoje virou isso aqui que vocês bem conhecem.

Foi a partir de DVDs da Pixar que me interessei pela parte técnica do home video, e que me inspirou ainda mais na minha carreira de professor de Computação Gráfica no ensino superior. Foi com a Pixar que aprendi o valor de se colecionar a partir de um critério (mesmo que esse tenha mudado tanto nesses anos todos).

Como se tudo isso não bastasse, observem a influência desde gênio no meu comportamento bloguístico: estou redigindo este post na estrada (plena BR 116), em um Powerbook G4 de 2006 (funcionando melhor que um Netbook de 2009), online na internet a partir de um iPhone (tudo isso sem fio algum). Faço isso ouvindo música no meu iPod Classic de 80GB. Quando chegar em casa, publicarei ele revisando e inserindo imagens a partir de um iMac. O Jotacast (e qualquer outro podcast que você ouve) não existiria se não fosse Steve Jobs.

Assim sendo, não há como negar que a Apple e a Pixar fazem parte da origem e do dia dia deste site. Por tudo isso, eu gostaria de dizer mais uma vez:

Obrigado, Steve!

Eu comprei meu primeiro Mac no final de 1997 quando a Apple estava indo pro buraco. Meses depois Steve Jobs foi chamado de volta, e com o iMac e a ajuda da Microsoft salvou a Apple da falência. Foi a partir daí que eu comecei a me interessar pela figura humana que ele era, não só relacionado aos produtos da Apple. Li muito sobre ele, e me influenciou tanto que até mencionei seu nome em agradecimento na minha formatura (coisa que só meus pais e meu irmão mereceram).

Nunca conheci ele pessoalmente, mas sonhei muito com encontros incrivelmente reais. Foram dezenas de vezes que isso aconteceu nestes anos e penso que tudo isso era fruto do desejo de ter esse gênio sempre dando conselhos, mesmo quando eu estava dormindo.

Quando eu acordava daquela viagem sempre me sentia revigorado, com muitas ideias na cabeça. Era incrível como aquilo parecia real, sempre pareceu. Eu contava para os colegas e amigos, e ninguém acreditava. Ele era e sempre será meu guru profissional, assim como meu pai é nas coisas da vida.

Eu conversei com Steve Jobs, visitei sua casa, conheci sua família. Vivi todos os sonhos e continuarei me encontrando com ele mesmo depois de sua morte. E essa é a minha sorte, que talvez você não tenha.
Obrigado, Steve!
[Juliano Vasconcellos]
(texto publicado no Facebook dia 5 de outubro de 2011)

[ad#amzde-pixrsb]

28 COMENTÁRIOS

  1. Não sabia de algumas coisas escritas acima. Gostava do Jobs, o admirava, mas ouvi tantas coisas recentemente que tenho de ler e aprender muita coisa pra formar minha opnião concreta. Gostei do texto.
    Prabéns Juliano.

  2. Belíssimos textos (este do BJC e do Facebook).

    Quem trabalha com informática reconhece a importância de Steve Jobs, entre outros gênios da área.
    Não foi o único, mas com certeza foi um dos mais relevantes.

    Já no tocante à Pixar, só demonstra o tipo de visão que ele tinha.
    Hoje em dia, qualquer bobalhão faz alguma bobagem e se auto-intitula "visionário", mas poucos realmente o são.

    Mais uma vez, parabéns pelos textos.

  3. Esse depoimento com lembranças são muito bonitos.

    Sem querer fizeste o que ele mencionou, "ligaste os pontos".

    Parabéns Jota 🙂

  4. Olha, me emocionei lendo o texto! Fiquei muito abalado com a notícia da morte na última quarta feira. Recebi a notícia, quem diria, pelo iPad. É impressionante o que esse gênio fez (e continuará fazendo). Parabéns Juliano pelo excelente relato, e (agradeço) ter a mesma sorte que você. Pois em diversas vezes sentia o mesmo! Obrigado Juliano, OBRIGADO Steve! Mas é como dizem, gênios não morrem e é isso que me conforta.

  5. Muito legal o texto!

    Mas sem querer parecer o mimimi, e eu sei que é uma tendência irreversível, mas a Apple está na vanguarda pelo fim da mídia física! Se depender da empresa, o BJC seria o site dos colecionadores de filmes na nuvem… 😡

  6. Parabéns Juliano, vc conseguiu me emocionar, realmente o cara é um grande genio, merece respeito eterno por tudo que criou e realizou em sua vida. Parabéns pela Homenagem

    abraços

  7. Tanta babação de ovo pra ele chega a me irritar. Tudo bem que ele revolucionou o mercado, mas já foi muito bem recompensado. Quando o Bill Gates que, na minha opinião, fez muito mais que o ex-dono da Apple, se for também, será esculhambado.

    • Imensurável a importância de ambos no nosso cotidiano.

      Direta ou indiretamente, intencional ou não, um ajudou o outro a tornar nossas vidas mais confortáveis; e por isso, são dignos de nossa gratidão.

    • Puxação de saco… ninguém merece. Impressionante como as pessoas adoram distorcer os fatos e alegar que o “talento e a criatividade” dele são os motivos para tal homenagem, quando na verdade todos sabemos que isso apenas mascara o que é FATO: o cara era um bilionário. Quantas pessoas talentosas que vivem no anonimato são homenageadas dessa forma???? Steve Jobs sempre foi reconhecido pela sua arrogância, o cara conseguiu desenvolver bons produtos seguindo uma política desprezível de elitismo. Já vai tarde.

      • Elitismo. Essa é a palavra! Não tenho e conheço pouquíssimas pessoas que possuem produtos Apple. Serã que realmente, o tal do SJ contribuiu para um mundo melhor ou um mundo mais doentio, com um iPhone saindo todo ano por 1600 reais?

    • Concordo, lembremos também das inúmeras guerras judicais contra outros fabricantes, tudo por que em sua grande maioria, fazem produtos mais acessíveis como o Tablet da Samsung, que tem arquitetura mais aberta e aceitas cartões de operadoras brasileiras. Um tanto diferente do "magnífico" Ipad, que na MINHA opnião deveria se chamar, Ipesodepapel.
      Quanto à Pixar e Disney, ele foi muito samaritano em nos dar boas animações em troca de mais alguns bilhões no bolso. Com certeza ele conferiu o material e até assistiu. ¬¬
      Parabéns Steve Jobs, mais um XXXlhionário homenageado.
      Dos heróis de verdade ninguém se lembra.

      • Bem lembrado. Com relação a software, um pode copiar o outro para estimular a concorrência. E outra: se for assim mesmo, o Mac copiou os PCs?
        O SJ fundou a Pixar, mas que fez a empresa foram os diretores e criadores de animação da mesma.

    • Bill Gates só vai ser esculhambado pela mesma gente medíocre e desinformada que critica SJ por ter sido rico. Gates é um dos maiores filantropos do planeta – mas os cretinos que se contentam com o senso comum não sabem disso – e não se importam.
      Se vc acha que é babação de ovo com SJ, com certeza não conhece nada da história da computação pessoal.
      Lamento.

  8. Parabéns Juliano pelo texto e por transmitir em palavras um pouco da genialidade de Steve Jobs. Sou designer gráfica e trabalho com IMAC a alguns anos, a superioridade do equipamento é absurda. Quem trabalha com imagens e vídeos, sabe do que estou falando. Além é claro do IPAD, IPHONE, IPOD…
    E a PIXAR… minha paixão!
    Jobs foi e vai ser por muito tempo uma das grandes mentes que o mundo já viu. Um visionário que provou inúmeras vezes estar a frente de seu tempo.
    Agradeço ao Steve por abrir esse leque de possibilidades. E agradeço ao Juliano por esse blog que uni os colecionadores, traz inúmeras informações e que mostra as Distribuidoras que nós temos critérios e merecemos respeito.

  9. Para mim O Steve Jobs foi um dos Grandes Genios da informática, trabalhando na Atari, criando a Apple e a Pixar quando também era uma empresa da Lucas Films e revolucionando o mercado de computadores, o cara fez muito e realmente merece nosso respeito.

  10. A TODOS os que reclamam do Steve Jobs por ele ser bilionario, com um pseudo socialismo q so funciona pros outros porque se VOCE fosse o bilionario quero ver se vc reclamaria , ALIAS o cara ganhou dinheiro pela INTELIGENCIA , ele criou um legado , ele mudou o mundo.E AGORA VC VAI LA TORCER PRA UM TIMINHO DE FUTEBOL ,COM JOGADORZINHO ZE MANE ,Q MAL SABE FALAR QUANTO MAIS LER , GANHA RIOS DE DINHEIRO NAO TA NEM AI PRA VC, SO CONVIDA 'OS PAGODEIRO' AMIGOS DELE PRA FESTAS (ELITISTA???) E VC AINDA DEFENDE ?

  11. A saga de Steve Jobs é o mito de criação da revolução digital em grande escala: o início de um negócio na garagem de seus pais e sua transformação na empresa mais valiosa do mundo. Embora não tenha inventado muitas coisas de cabo a rabo, Jobs era um mestre em combinar ideias, arte e tecnologia de uma maneira que por várias vezes inventou o futuro. Ele projetou o Mac depois de apreciar o poder das interfaces gráficas de uma forma que a Xerox não foi capaz de fazer, e criou o iPod depois de compreender a alegria de ter mil músicas em seu bolso de uma forma que a Sony, que tinha todos os ativos e a herança, jamais conseguiu fazer. Alguns líderes promovem inovações porque têm uma boa visão de conjunto. Outros o fazem dominando os detalhes. Jobs fez ambas as coisas, incansavelmente. Muita coisa não existiria se não fosse ele! Steve Jobs revolucionou seis indústrias! O Jota fez está bela homenagem sobre a grande perda que estamos tendo no mundo tecnologico e vocês não respeitam? Por isso exijo o minimo de respeito a este Grande Homem que já entrou para os grandes Imortais da História!

  12. Creio, que antes de mais nada a sua ilustre pessoa deveria seguir os conceitos que está gritando aos quatro cantos, pois a educação, conhecimento e outras coisas mais lhe faltam. Apenas lhe digo, que quando alguém cria/expôe/posta a sua opinião publicamente, receberá apoio e crítica, mas… acho que nem isso a sua mente pode entender. Deveria seguir o bom exemplo do criador da matéria que em nenhum momento deu ataques neuróticos, mesmo não concordando com o que leu aqui..
    Já que a educação é de graça, aconselho a buscá-la antes que seja tarde demais.
    Passar bem.

Comments are closed.