Coluna do Fonseca: Presentes para Colecionadores

10
1000

Falta pouco menos de 1 mês para o Natal, época em que a maioria das pessoas por aqui está comprando os presentes para a família e amigos. Ou, pelo menos, sonhando e desejando os seus próprios. E, para nós colecionadores, não resta dúvidas de que um presente que se encaixe nessa nossa paixão será sempre um grande acerto. O problema é que nem sempre nossa família e amigos conseguem acertar, e aposto que muitos aqui já passaram por isso.

Antes de mais nada, quero dizer que a cavalo dado, realmente não se olha os dentes. O que tem que importar é realmente a intenção de nos fazer felizes que todo presente traz. Se alguém nos dá um presente, aquela pessoa se importa conosco e realmente queria nos deixar feliz. Dito isso, também sei (por experiência própria), que quem dá o presente, quer acertar. E se a pessoa descobre que não acertou, mesmo que nós não tenhamos comentado nada para ela, ela fica um pouco triste e decepcionada. E talvez, fique com medo de repetir o tipo de presente com medo de “errar” novamente. Pois bem, a intenção aqui é ajudar os não-colecionadores a presentear nós, colecionadores. Mas isso requer alguns passos para ambos.

Sei que os critérios de coleção são os mais diversos entre nós. Aqueles que colecionam “qualquer coisa” certamente enfrentam menos problemas com isso, mas como acredito que esses sejam poquíssimos, penso que a maioria por aqui não quer ter títulos “inúteis” em sua coleção. Eu, por exemplo, não tenho filmes ou séries que não gosto na minha coleção (Bom, quase. Chegarei lá mais adiante). Ter um título desses seria apenas um desperdício de espaço. E para mim, até mesmo uma “mancha” na coleção quando a visse na prateleira. Exagero? Loucura? Bem-vindo ao nosso mundo! Os colecionadores certamente me entenderão. Pois bem, então o primeiro passo para se presentar um colecionador (dica que, na verdade, vale para qualquer um) é saber o seu gosto. E principalmente, saber o que ele já tem. É por isso que eu recomendo MUITO a todos que colecionam qualquer coisa, que mantenham uma lista online de todos os itens que possuem. Porque ao contrário das pessoas “normais”, quem coleciona costuma ter muitos itens. E quanto mais itens tem, mais difícil fica de se presentear com algo inédito.

Vou dar como exemplo as minhas próprias listas. No meu blog pessoal, mantenho uma lista dos Blu-rays que eu possuo, por exemplo (atualizando sempre). Você não tem um blog? Há outras maneiras de manter essa lista, como o site Blu-ray.com. Ou ainda, um post no nosso Fórum. Essa lista ajuda a quem vai nos presentear de duas maneiras. A primeira, obviamente, é a não repetir algo que já temos. A segunda, é dando uma ideia do nosso gosto, para aqueles que têm dúvidas. Se eu vejo que a pessoa tem vários filmes do Kubrick, mas não tem Laranja Mecânica, por exemplo, a chance é grande de que ela ficará muito feliz em ganhá-lo de presente. E por aí em diante.

Listas de Desejos também são uma opção. Mas, particularmente, gosto muito da surpresa. Se você sabe que a pessoa irá lhe comprar algo de sua lista, mesmo não sabendo o que, parte da supresa se perde. É muito bom ser surpreendido! (Claro, quando é uma surpresa acertada. Mas a intenção aqui é justamente ajudar nisso). Mas elas são muito úteis, especialmente se você não faz ideia de que alguém irá usá-la. Daí sim, vira uma surpresa.

Com isso, a escolha do título fica mais fácil. Mas ainda há outros “problemas”. Colecionador é chato. Colecionador faz campanha e briga por uma luva! Vai explicar isso para os “normais”! Não entenderão, certamente. Mas caros “normais”, esse tipo de coisa é realmente muito importante para nós. Eu já ganhei Blu-rays sem áudio HD ou com imagem mutilada. Algo que é sacrilégio nesse nosso mundo.

Tire mais dúvidas lendo:

Áudio HD?! Imagem mutilada?! Aff, esses colecionadores que se danem! Vou dar é meia de Natal!”.

sitedofonseca - Felipe Fonseca (dog, cachorro, meia, funny, comédia, engraçado)

Por favor, não desistam de nós ainda! Se mesmo após ler os posts linkados acima as dúvidas permanecerem, nada melhor do que fazer sua pergunta para alguém que entenda do assunto. Bom, há milhares de pessoas por aqui que poderão ajudá-lo. Para isso, basta ir até esse tópico no nosso fórum e fazer a sua pergunta. Certamente alguém de nossa comunidade irá ajudá-lo a deixar um amigo/parente colecionador muito feliz. Não apenas no Natal, mas em todas as datas vindouras.

Para aqueles que importam ou compram presentes no exterior enquanto viajam, há também o risco de se comprar um DVD ou Blu-ray que não sejam compatíveis com os nossos aparelhos.

Tire mais dúvidas lendo:

Mas isso não é necessariamente ruim. Daí vai mais do tipo de colecionador que você irá presentear. Novamente, peça uma ajudinha no nosso fórum. Para mais uma vez exemplificar, eu ganhei um Blu-ray Região B de uma amiga. Não posso assisti-lo, porque não possuo um player compatível. Mas apesar de ter ficado triste por isso, fiquei muito feliz com o presente. Primeiro, porque foi acertadíssimo e inspirado da parte dela. Segundo, porque é uma edição belíssima, que eu fico muito feliz em ter na coleção. Como é uma edição diferenciada, mesmo não tendo como assisti-lo no momento, é um item altamente colecionável. E isso é algo que você não-colecionador precisa saber sobre nós. Há muitos aspectos que vão além do conteúdo que pesam para nós. Mas, como já disse, há muitos perfis de colecionador. Por isso, quanto mais você se informar do hobby da pessoa que pretende presentear, melhor. Cada caso é um caso. Minha amiga ficou um pouco triste quando descobriu que eu não poderia assistir ao filme (Eu não falei para ela, ela descobriu quando viu o vídeo que fiz. Vídeo que realmente não achei que ela veria!) Seria melhor se o Blu-ray fosse Região A ou Livre? Claro. Mas isso não tirou o valor e a alegria que tive com o presente.

A minha alegria em receber presentes só rivaliza com a minha alegria em dar presentes. E, sem dúvida, é muito, muito bom dar um presente e ver que a pessoa não cabe em si de tanta alegria pelo que acabou de receber. É uma sensação maravilhosa. Então espero que nesse Natal (e em todos os próximos) essas dicas simples, mas eficazes, ajudem a trazer um largo sorriso ao rosto de muitos colecionadores e ao de vocês, amigos e parentes, que nos presenteiam.

E um recado a vocês, amigos colecionadores. Tudo que eu disse aqui vale para qualquer área. Por isso, corra atrás dos gostos e hobbies das suas pessoas queridas também. Elas merecem.

Edições presenteáveis com PT-BR na Animaloja: