EITA! Maleta de os Vingadores ameaçada nos EUA? Chama o jurídico!

15
1993

Olá, prezados leitores do BJC, sou eu novamente, o intrépido vigilante do colecionismo, atacando em mais uma frente de batalha. E desta vez a conversa não poderia ser mais super-heróica. Ou menos, afinal de contas, como diria o incomparável Tony Stark:

“Se não podemos proteger a Terra, pode estar certo de que vamos processá-la”.

Bem, não foi exatamente isso que ele disse. Pois vejam essa: os Vingadores estão sendo processados!

Explico:

A Rimowa GmbH (fabricante alemã de malas, maletas e outros apetrechos de bagagem) está entrando com um processo contra a Disney/Marvel pela produção em massa, sem permissão, da maleta que será vendida como parte da coleção “Fase Um” dos Blu-rays de filmes da Marvel.

Isso mesmo, aquela maleta que está deixando colecionadores e fãs em polvorosa:

Segundo consta, a empresa Rimowa alega que não há problemas com a utilização da maleta no filme, uma vez que foi dada permissão para isso. Entretanto, a Marvel não obteve nenhuma licença ou autorização junto à empresa alemã para produzir réplicas da maleta para qualquer outro propósito.

A Marvel atualmente está divulgando e fazendo pré-venda da coleção chamada Marvel Cinematic Universe: Phase One — Avengers Assembled Box Set.

Ainda de acordo com a Rimowa: “imagens da réplica da maleta nas propagandas da Marvel (bem como vídeos feitos por fãs durante a Comic-Con deste ano) mostram que a réplica de plástico é uma cópia fiel da maleta Topas (Topas Attaché Case) em todos os aspectos, exceto qualidade. Das proporções à coloração, passando pelo estilo das alças e travas e, é claro, no uso das linhas paralelas no corpo da maleta, marca registrada da empresa”.

Ou seja, alegam que a Disney/Marvel, apesar de ter alterado o interior da maleta, não fez o mesmo no exterior, mantendo exatamente o mesmo design que é marca registrada da Rimowa, sem ter obtido permissão desta para qualquer utilização além do filme.

É, caros leitores, nem mesmo Nick Fury estava preparado para essa. A questão iminente é: como isso afetará as vendas deste produto? Tudo isso é muito estranho.

A Disney certamente não é uma empresa que cometeria atos graves de quebra de direitos de cópia/reprodução. Tampouco uma empresa cujos advogados deixariam tamanha gafe acontecer. Mas se uma demissão em massa de advogados e/ou estagiários da Disney for noticiada em alguns dias, teremos a resposta. Do contrário, desconsiderem essa notícia, pois não passou de mais uma artimanha de Loki para tentar colocar suas vis mãos no Tesseract.

[Via ComicBookMovie / The Mary Sue]

Link direto para a edição na Amazon.com (continua normalmente em pré-venda):