Coluna do Fonseca: O que podemos esperar de 2013?

26
357

schindlers list

2012 foi um ano com altos e baixos para nossa nação colecionística. Sem dúvida alguma, os pontos mais baixos foram as compras não recebidas por conta da nossa Receita Federal e Correios e a tributação antecipada (e exagerada) da Amazon americana em nossas compras. Fiquei meses sem comprar nada por conta dessas duas coisas e sei que muitos de vocês também. Foi um período de tristeza, confesso. Essa “abstinência” forçada me fez perceber o quanto eu gosto (e até mesmo preciso) de comprar filmes/jogos/colecionáveis. Foi muito melancólico não ter nenhuma encomenda para chegar por um bom tempo.

Mas a vida continua, a gente se adapta e encontra novas soluções. Para mim, o último trimestre de 2012 foi particularemente produtivo nesse sentido, chegando a aproveitar até mesmo a Black Friday americana (dois itens apenas, nada comparado ao superior 2011, mas já alguma coisa). E a minha prateleira, que até o fim do ano não havia mudado quase nada em relação ao ano anterior, ganhou itens suficientes para justificar um novo vídeo de começo de ano mostrando uma visão geral da minha coleção.

Mas tivemos boas notícias também. O fato da Amazon inglesa passar a exportar jogos diretamente é excelente. Mesmo a libra valendo muito, os preços absurdos dos jogos por aqui justificam a importação. Mais uma possibilidade para os gamers.

Ah, e a Amazon chegou por aqui, quem diria? Claro, só vende e-books por enquanto, caso único na história da empresa, mas fazer  o quê? Esse aqui é o Brasil, país da idiossincrasia.

O que podemos esperar de 2013? Na CES estão falando muito de 4K (ou 2160p). Eu compartilho o questionamento de David Bott (AVS Forum): Precisamos disso? Aliás, algo que já surge cheio de falácia e desinformação, como esse artigo da Forbes explica em texto e vídeo. A discussão é muito parecida com uma recente (e para muitos, provavelmente atual). O que devo comprar, uma TV HD ou uma Full HD? Claro, hoje em dia já é quase tudo Full HD, mas a questão continua verdadeira, já que depende da distância que você ficará da TV e do tamanho da tela. A imagem mais incrível que já vi numa televisão foi numa de 64 polegadas, com Blu-ray. Sério, que sala comporta uma TV desse tamanho? De poucos, pouquíssimos. Sem falar do bolso… Então, apesar de ser um debate, deixo aqui minha opinião. Para mim, a definição do Blu-ray está boa demais. O que deveriam estar debatendo é a qualidade das masterizações, isso sim, faz toda a diferença. Com uma bela masterização, o Blu-ray fica incrível numa TV de 64 polegadas. Isso sem falar do som, que continuo propagando como a coisa mais fenomenal que o formato trouxe.

Ainda sobre o Blu-ray, agora que o boom inicial passou, quase tudo já foi lançado no formato, em termos de catálogo. Claro, sempre haverá aquele título obscuro que só você quer, mas isso não tem jeito… Falando dos filmes mais famosos e populares, praticamente tudo já foi lançado ou já tem data para ser lançado, mesmo que seja apenas em 2014 (Né, Mary Poppins?!). Eric Podolsky compilou uma lista bacana de 20 Filmes Ainda Não Lançados em Blu-ray em outubro do ano passado. Alguns desses títulos, vejam só, até já foram lançados ou já estão com data marcada. Então eu diria que a partir de agora, assim como ocorreu com todos os formatos de home video da história, o Blu-ray passa a viver dos lançamentos. E daí a lista de lançamentos mais aguardados em Blu-ray passa a coincidir com a lista de mais aguardados nos cinemas (Star Trek – Além da Escuridão! Mais alguém? Bueller? Bueller?).

O que espero para mim e para todos vocês é que 2013 seja muito que melhor que 2012. E não apenas no colecionismo!

Que comecem os jogos!

Games na Amazon do Reino Unido com envio para o Brasil: