Zavvi cancela (mais uma vez) os envios para o Brasil

34
269
Chupa, Brasil!

É, o sofrimento do colecionador brasileiro parece não ter fim. A Zavvi, loja britânica conhecida por seus SteelBooks exclusivos (e lindões), novamente removeu o Brasil da sua lista de países para os quais é feito o envio de mercadorias.

Esta restrição pode ser temporária, pois a Zavvi já bloqueou e desbloqueou o Brasil diversas vezes. Entretanto, desta vez parece que há motivo para preocupação.

O leitor Marcos Aparecido Amorim mandou um e-mail para a loja questionando o motivo do cancelamento dos envios ao Brasil. A resposta dada foi a seguinte (os grifos são nossos):

Thank you for your message regarding shipping to Brazil.

As a result of continuing issues with delivery to selected countries, we are temporarily removing them from the list of destinations that we are able to ship to.

We are currently reviewing delivery options within these countries with the view to shipping there again. We will notify you as soon as we have more information.

If there is anything else that we can do, then please do not hesitate to get in touch and a member of our team will be happy to help.

Traduzindo, por conta dos constantes problemas com os envios para alguns países (com o Brasil entre eles), a Zavvi está temporariamente removendo estes países da lista de destinos e está analisando opções de envio para estes países com o objetivo de retomar as entregas futuramente.

Baseado nesta mensagem, imaginamos as seguintes opções da Zavvi com relação ao Brasil:

  • Continuar o envio comum por via postal, sem rastreio mas com um seguro maior. Isto implicaria em um aumento no valor do frete (que já não era pequeno);
  • Continuar o envio comum por via postal, mas com rastreio. Mais uma vez, isto implicaria em um aumento no frete para nosso país;
  • Uma combinação das duas opções anteriores (com as mesmas consequências);
  • Deixar de enviar por via postal e passar a utilizar couriers para isto. Além do provável aumento no valor do frete, isto também significaria a cobrança (sem escapatória) de quase 100% do valor da encomenda em impostos, além da famigerada taxa administrativa do courier (se não recolherem os impostos antecipadamente);
  • Tornar o temporário permanente, deixando de enviar para cá de forma definitiva.

Provavelmente isto está ocorrendo por conta dos constantes atrasos nos envios para o Brasil, cortesia da morosidade e da incompetência da dupla Receita Federal/Correios, com suas greves e operações-padrão. É difícil para os gringos, acostumados com a eficiência dos serviços aduaneiros e postais em seus países, entenderem que aqui nada funciona direito.

Além disso, por conta da deste problema básico, a ansiedade de alguns compradores de primeira viagem também atrapalha. Os constantes pedidos de reenvio ou reembolso com um dia de atraso em relação à previsão de recebimento (o prazo dado pela Zavvi para reclamações do tipo era de 40 dias após o envio) passam a gerar à loja um prejuízo maior do que o lucro obtido com as vendas para cá, causando o boicote.

Seja qual for o motivo para o boicote e independentemente da solução definitiva a ser adotada, os prejudicados sempre somos nós, que apenas desejamos adquirir filmes em edições que sequer estão disponíveis em nosso mercado! Ou ficaremos sem acesso aos produtos limitados da Zavvi, ou teremos que pagar bem mais caro por este “privilégio”. Parabéns a todos os envolvidos!