Novo CEO da Disney declara que empresa pode voltar a investir em mídia física!

Prejuízo multimilionário faz empresa repensar estratégia de distribuição

0
2788

Bob Iger, novo CEO da Disney, declarou no último dia 9 de março na Morgan Stanley Technology, Media and Telecom Conference em San Francisco que a empresa pode retomar a distribuição de conteúdo em plataformas tradicionais, incluindo o mercado de entretenimento doméstico. De acordo com Iger, o foco exclusivo em plataformas de streaming pode ter prejudicado os negócios de licenciamento e varejo da empresa.

Iger, anteriormente CEO da Disney de 2005 a 2020, voltou como executivo-chefe interino da Casa do Mickey após a saída de Bob Chapek em novembro passado.

A Disney reportou uma perda operacional de nada menos que 212 milhões de Dólares no primeiro trimestre fiscal em vendas/licenciamento de conteúdo e outras áreas. A diminuição nos resultados se deu em parte devido à baixa nas vendas de novos títulos lançados e dos títulos de catálogo, além da escassez de lançamentos de entretenimento doméstico.

Queda das ações da Disney no último ano

Iger acredita que a exclusividade de conteúdo nas plataformas de streaming pode não ser tão valiosa quanto se pensava inicialmente. O CEO acredita que o conteúdo pode coexistir nas plataformas de distribuição tradicionais e de streaming sem prejudicar uma ou outra, já que as audiências são diferentes em cada plataforma (coisa que nós do BJC comentamos desde a saída da Disney do Brasil em 2020).

“Home video, em um determinado momento, foi extremamente lucrativo para nossa empresa”, afirmou Iger. “Estamos revisitando toda essa estratégia.”, disse.

Embora a Disney esteja em transição para a plataforma de streaming, Iger acredita que o mercado de entretenimento doméstico (leia-se mídia física) ainda é importante para a empresa e, portanto, deseja revisitar a distribuição em todos os formatos disponíveis.

Bill Hunt do The Digital Bits comentou sobre a declaração de Iger (grifos nossos):

Bem, certamente levou tempo suficiente para o estúdio perceber que ainda há muito dinheiro a ser ganho vendendo conteúdo em Blu-ray, DVD e 4K Ultra HD, mas graças a Deus parece que finalmente está acontecendo!

Agora é o seguinte: nada é oficial ainda, e pode levar alguns meses até que esses planos comecem a se tornar mais concretos, se de fato essa decisão for tomada. Mas parece que a reorganização de Iger está considerando tornar a mídia física uma prioridade novamente. Além dos títulos de James Cameron que sabemos que estão chegando em 4K e Blu-ray, é provável que os consumidores não comecem a ver os resultados tangíveis de qualquer mudança de estratégia até 2024. nos próximos meses, mais títulos de catálogos da Disney e da Fox podem finalmente começar a chegar na mídia física. Fique tranquilo, já sabemos tudo sobre essa história e teremos mais a dizer nas próximas semanas.

O plano do CEO da Disney está sendo traçado para os próximos dois anos. Se tudo isso será aplicado ao redor do mundo ou apenas em alguns territórios, ainda não sabemos. Mas é certo que essa é uma ótima notícia e nos enche de esperança novamente.

Poste nos comentários qual produção do Disney+ você gostaria de ver lançado em mídia física (ou algum outro qualquer da Fox, Marvel ou Pixar)!

[Via Media Play News]

O BJC tem um canal no Telegram! Clique aqui e assine para receber dicas e notícias em primeira mão! [t.me/blogdojotace].

E acompanhe a gente também no YouTube!

PAPO DE SEGUNDA, nossa live das segundas-feiras sobre o assunto:

https://www.youtube.com/watch?v=nAYUsIg_0mA

DVDs e Blu-rays em oferta na Amazon Brasil:

CLIQUE AQUI

o